18 de jun de 2015

SUGESTÃO DE PASSEIO: PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA


São Paulo é uma das cidades com maior densidade populacional do planeta. É também uma das metrópoles com maior número de automóveis por habitante (acredite se quiser, dá mais ou menos um carro para cada duas pessoas). Mas a cidade possui inúmeras ilhas verdes em meio a todo esse mar de gente. Uma dessas ilhas é o Parque Estadual da Cantareira, na Zona Norte.
O Parque Estadual da Cantareira é uma das maiores florestas urbanas do mundo. Possui um imenso remanescente de Mata Atlântica, com árvores e animais que aqui habitavam antes da chegada dos primeiros europeus.
Dividido em diversos núcleos, o parque possui trilhas, cachoeiras e lagos de água doce que encantam os turistas já na primeira visita. Um desses núcleos é o Pedra Grande, no bairro do Tremembé. Com entrada ao lado do Horto Florestal, o Pedra Grande possui longas e exaustivas trilhas. Elas são recomendadas para quem tem um excelente par de tênis em casa e gosta de caminhar. A sorte é que as trilhas são em sua maior parte asfaltadas.
O sobe e desce quase interminável da trilha que leva à Pedra Grande compensa. Ao lá chegar, você pode desfrutar uma das melhores vistas da cidade de São Paulo. O único problema é que não há lugar para comer, daí que os visitantes devem levar lanche de casa (aproveite para fazer um piquenique com os amigos). Leve também repelente de insetos.
Aberto apenas nos finais de semana e feriados (ligue antes para confirmar os horários permitidos para o acesso às trilhas), o Parque da Cantareira possui animais como preguiças, bugios, macacos-pregos, jaguatirica e outros. Vale a pena fazer uma visita.

Dica: se estiver a fim de caminhar, comece a visita pelo vizinho Horto Florestal. E se o seu passatempo predileto for caminhar, aproveite para visitar em outra ocasião o Parque do Jaraguá e o Parque Estadual da Serra do Mar.


Endereço: Rua do Horto, 179 - Tremembé - Tel. (11) 2203-0115


Veja também:
SUGESTÃO DE PASSEIO: PICO DO JARAGUÁ

Nenhum comentário:

Postar um comentário